A Vida Sem Neura

Vida saudável sem neura

A conscientização para uma vida saudável está em todos os jornais e revistas. Nunca Na internet também. se pensou tanto em qualidade de vida como na Era Moderna. O paradoxo é que a sociedade moderna nos coloca tantos desafios ligados a rotina profissional / pessoal que é fácil sair do trilho.

Qualidade de vida sem neura

Se a boa alimentação e a promoção da saúde são assuntos recorrentes, por que a maioria dissocia a rotina — fast food, frituras, agrotóxicos, sedentarismo, excessos, descaso com o checkup anual — da mudança de hábito e da reeducação necessária?

Não faz sentido imaginar-se no melhor cenário da qualidade de vida sem fazer por onde, faz? Então, por que permitir que as facilidades e conveniências oferecidas pela vida moderna pesem mais nos hábitos cotidianos que o replanejamento da rotina em prol dos resultados almejados?

O nome do jogo é reeducação. O radicalismo só vai te trazer problemas. Não adianta fingir que não quer um chocolate, porque só aumenta a vontade. Então, vai lá, come o bendito, e no dia seguinte compensa. Princípios para uma vida sudável tem de ser simples. Experimenta!

Chegar aos 50 sem neura

A qualidade de vida aos 50 tem tudo a ver com a vida saudável nos outros 49 anos. A conscientização tem de ser aos 20, aos 30, e isso vai te levar a reassumir as rédeas, encaixar na rotina os melhores hábitos.

Envelhecer sem neura não é sorte, é planejamento e processo. Por isso tem de ser sem neura, porque sem incorporar bons hábitos, não se tem uma rotina sustentável e frustra-se o resultado.

O corpo só faz padecer da mente que adoeceu muito tempo antes.

Chega de neura

No ranking dos sem neuras tem: emagrecimento sem neura; solteira aos 30 sem neura; relações saudáveis sem neura; maternidade sem neura; e até o prazer sem neura. Tudo fica melhor sem a neura.

Mas para que te serve identificar uma “neura”? É o sinal vermelho para te indicar uma disfunção. Enquanto tem “neura”, tem ansiedade, labilidade, insegurança e insatisfação. Não confundir com preocupação legítima — um filho doente, situações graves, de emergência ou crise.

Ninguém pode te proporcionar uma vida saudável, além de você mesmo. A boa notícia é que, implementada a mudança de hábitos, a neura desaparece. Experimenta!


Inspirações: Amor sem neura, Saudável sem neura

Alexandre Mello

Multitarefas │ digital por formação │ pós-graduado por convicção │ empreendedor social │ autor │ conteudista

Buscar