Startup Weekend

Startup Weekend – inovação sempre

Startup Weekend é o maior programa global de empreendedorismo. São 54 horas em que se reúnem pessoas motivadas para criar startups. 100% voltado para soluções criativas, inovação e a vivência na prática.

Startup Weekend – jovens estudantes

startup-weekend-edu-youthJovens de 11 a 13 anos de idade solucionam problemas educacionais do seu cotidiano, construindo uma Startup. Esse foi o Startup Weekend Edu Youth Recife 2015, a primeira edição fora dos EUA, sendo a terceira no mundo. São dois Startup Weekend temáticos reunidos em um único evento. A criação das startups é apenas uma consequência de toda a mudança de comportamento e visão que os jovens conseguem.

A mentalidade empreendedora a ser despertada tem um grande impacto na vida — que muitos adultos ainda sonham em ter: independência, trabalho em equipe, liderança, foco no resultado, auto-confiança, e o mais importante: brilho nos olhos.

Importante é saberem que têm a capacidade para criar coisas do nada. E não depender da permissão ou aprovação de ninguém. Só precisam de esforço, trabalho em equipe, e mão na massa.

Startup Weekend – mulheres

startup-weekend-women
O Startup Weekend Women teve a primeira edição no Brasil em 2014, em João Pessoa/PB. O evento não era só para mulheres, mas tinha foco em desenvolver produtos para o mercado feminino. Pelo menos 75% dos organizadores, mentores, jurados e participantes tinham que ser mulheres. As especificidades do universo feminino justificam uma edição temática.

Fabiany Lima, uma das empreendedoras mentoras e mãe de gêmeas, dá um depoimento interessante: acredita que o cenário do empreendedorismo feminino está mudando. “Quando comecei a ir em evento de startup, normalmente eu era a única mulher. Hoje, de 30 a 40% do público é feminino”, diz.

O que ainda falta, segundo ela, são pessoas que sirvam de modelo dessa figura da mulher empreendedora. “Precisamos ir além da menina de 20 e poucos anos que foi estudar nos EUA e trabalhou no Vale do Silício. É necessário mostrar mulheres mais velhas, com condições de vida diferente, batalhando para fazer as coisas acontecerem”, afirma.

Startup Weekend – favela

startup-weekend-rio-favelaO educação para o empreendedorismo na favela está voltada para gerar efeitos através da ação, que é a metodologia “efeitual” descrita pela pesquisadora Saras Sarasvathy, um processo de empreender típico de ambientes de alto risco e incerteza. Difere, portanto, da lógica tradicional do pensamento econômico, baseado em metas pré-definidas, planejamento prévio, previsibilidade e suposta racionalidade — metodologia “causal”.

A favela-piloto do Startup Weekend Rio Favela 2014 foi o Morro da Providência. As soluções dos problemas sociais identificados previamente por uma metologia do CDI foram direcionadas a quatro problemas: Lixo; Educação; Cultura e Lazer (bailes e eventos) e Geração de Renda. O evento contou com mais de 200 participantes e gerou 9 startups a partir de 30 ideias de negócios sociais.

Renato Meirelles, Presidente do instituto Data Popular, pioneiro em pesquisas junto aos consumidores das classes C, D e E, aponta o empreendedorismo como o próximo salto em crescimento econômico nas favelas brasileiras. Tem lógica. “Devido à baixa escolaridade, há um teto de crescimento com carteira assinada”, diz Meirelles. A chance de o trabalhador da favela conseguir ganhar mais dinheiro é abrir uma pequena e micro empresa.

Startup Weekend – empreendedorismo social


Aproveitar a força do empreendedorismo e da tecnologia para a resolução de problemas sociais. Essa é a proposta do Startup Weekend Change Makers 2015, evento global de empreendedorismo social.

Ocorre, simultaneamente, em 11 cidades ao redor do mundo nos dois últimos fins de semana de março. Berlim, San José, Antigua, Hangzhou, Tokyo e também Fortaleza, Rio de Janeiro, Santana do Ipanema, Goiânia, Recife, Guarulhos. O Movimento é uma “versão 2.0” do Startup Weekend Rio Favela.

Diversas edicões do Startup Weekend temáticas já ocorreram no Brasil:
Startup Weekend Educação (SP, jan/2014, RJ e CTB, nov/2014)
Startup Weekend Saúde (BSB, ago/2014)
Startup Weekend Indústria (BH, mai/2015)
Startup Weekend Mobile (SP, set/2014)
Startup Weekend Games (SP, set/2014)
Entre outras

E algumas estão por vir:
Startup Weekend Mobilidade Urbana
Startup Weekend Transmedia
Startup Weekend Agronegócios
E muitas mais.


Fontes:
Startup Weekend Edu Youth Recife, por Hiro Miyakawa. RESCOLA, 10.4.2015
Startup Weekend Women estréia no Brasil
Veja como foi o Startup Weekend Women São Paulo 2014, STARTUPI, 19.08.2014
Startup Weekend Rio Favela, mar/2014.
A realidade do empreendedorismo na favela, por Isabella Nunes Pereira, Blog, Favelas@LSE, 26.2.2015
Homem de 70 anos vence o Startup Weekend – Rio Favela. STARTUPI, 31.03.2014.
Startup Weekend e mercado: Tony Celestino comenta atuação da Up Global no Brasil, STARTUPI, 28.10.2014


Perfil
:
Startup Weekend foi criado e mantido pela UP Global – Organização sem fins lucrativos cuja missão é fomentar o empreendedorismo e a liderança em comunidades – e é organizado localmente por empreendedores voluntários.

A missão é desenvolver pessoas pelo empoderamento, pela mentalidade empreendedora. Notabiliza-se por oportunizar a vivência prática, reunindo pessoas de várias origens e saberes no mesmo fim de semana para o fomento de ideias, mentoria e criação de startups.

Desde 2007, somam-se mais de 1.500 eventos, cerca de 119 países e mais de 8.000 startups criadas. No Brasil, o primeiro Startup Weekend foi em 2010.

Alexandre Mello

Multitarefas │ digital por formação │ pós-graduado por convicção │ empreendedor social │ autor │ conteudista

Buscar